METODOLOGIA

No LaMAA a sala de aula é invertida, oferecendo aos alunos independência na procura e definição do processo de estudo, mas sempre sob a lupa de um método quantitativo que se baseia na constante procura de respostas às perguntas “o que tenho que aprender?”, “o que tenho que fazer para aprender” e “será que estou mesmo a aprender ou tenho que mudar de estratégia”?

 

Os nossos cursos seguem a premissa de a sala de aula tem que ser interactiva e uma espécie de “jogo”. Não confundir com um “jogo de computador”, “jogo de cartas”, ou “jogo a dinheiro”! Nada disso. A nossa termonologia centra-se na ideia de que a sala de aula tem que criar um ambiente de criatividade, formentando a inicitiva, um ambiente em que aprender seja uma experiência positiva.

 

Os nossos cursos seguem a seguinte premissa: um “jogo” com tempo limitado em que  os jovens são encorajados e ensinados a desenhar um mapa metacognitivo do seu estudo, ou seja, do seu próprio processo de aprendizagem. O trajeto deste mapa, a qual chamamos com o acrónimo “META” inclui: 

  1. Fase M: definição das Metas

  2. Fase E:  Exploração dos materiais de modo a atingir as metas

  3. Fase T:  Treino 

  4. Fase A: Análise de todo o processo de modo a avaliar se as metas foram atingidas.

 

O nosso objectivo é fazer ver os nossos alunos que todas estas fases estão interligadas e têm um propósito. Para um educador, um professor, um adulto, este tipo de mapas são-nos familiares. Mas para muitos destes alunos em fases críticas este processo não é claro. O nosso objectivo é formentar uma maior consciência deste mapa circular que interage entre sobre si mesmo

tt2.png
ist.jpg
fundação_champalimaud.png

© 2020 LaMAA